TENENTE TORNA-SE PRIMEIRA MULHER INSTRUTORA DE AERONAVE 7-27 TUCANO


A Tenente Aviadora Juliana Santos de Souza tornou-se a primeira mulher a ser qualificada como Instrutora de Voo na aeronave T-27 Tucano. Tal aeronava é utilizada no treinamento primário dos cadetes aviadores do 4º ano da Academia da Força Aérea (AFA), localizada na cidade de Pirassununga (SP).

As missões tiveram inicio quando começou o curso no 1º Esquadrão de Instrução Aérea (1º EIA) para a Turma Chronos em 3 de Fevereiro. 

Fazendo parte da Aviação de Transporte, a Tenente Juliana pode também pilotar as aeronaves C-95 Bandeirante e C-97 Brasília pelo 4º Esquadrão de Transporte Aéreo – Esquadrão Carajá (4º ETA) e C-97 Brasília pelo Primeiro Esquadrão do Segundo Grupo de Transporte – Esquadrão Condor (1º/2º GT). Em 2019, retornou à AFA e tornou-se instrutora na aeronave T-25 Universal.

Não são só mudanças técnicas que fazem a diferença do T-25 para o T-27. A didática da instrução assume uma nova dimensão, uma vez que no Tucano o instrutor não fica ao lado do Cadete, e sim atrás dele, sem qualquer contato visual, usando como contato apenas o sistema de comunicação dos tripulantes. tripulantes. 

A missão do Instrutor de Voo apresenta-se como uma das mais nobres da Força Aérea Brasileira (FAB), tendo ligações que remontam à criação do Ministério da Aeronáutica. “É muito gratificante poder participar da formação dos nossos jovens Cadetes e, ao final desse processo de quatro anos aqui na AFA, entregar para a FAB pilotos militares qualificados para a sequência operacional das suas carreiras. Espero continuar cumprindo bem esse meu papel de instrutora e, também, que eu inspire outras mulheres a buscar a carreira da aviação militar”, finaliza a Tenente Juliana.

Resultado de imagem para FAB: Academia da Força Aérea mulheres

Juliana, como muitas outras mulhers, mostram que não existe gênero para poder servir as Forças Armadas, mas sim dedicação e vontade. Para poder entrar em uma das Forças é necessário passar passar por uma bateria de testes, como teórico, físico e psicotécnico.  Os concursos são abertos anualmente, mas é preciso estar preparado! 

Através de cursos preparatórios para concursos militares você pode saber quais matérias estarão caindo no concurso, estudar com professores qualificados e treinar o seu físico para não ficar de fora. No mercado, um dos grandes e mais recentes nome é o IPMIL – Instituto Padrão Militar. Quer conhecer um pouco mais do que o curso têm a oferecer e mostrar a si mesma que é capaz? Clique no link! 

 

Resultado de imagem para FAB: Academia da Força Aérea mulheres

 

Natália Mendes

Natália Mendes

Jornalista e redatora no Geração +, fascinada pelo universo dos filmes e da música. Busco levar o conhecimento para outros ao meu redor e poder entender um pouco mais sobre nosso mundo.

Deixe uma Resposta