De acordo com pesquisas independentes da NASA e do NOAA (Administração Nacional Oceânica e Atmosférica), 2019 foi o segundo ano mais quente da última década, perdendo apenas para 2016. Mostrando uma longa tendência alarmante: os últimos 5 anos foram os mais quentes dos últimos 140 anos.

No ano passado, foram registradas fortes ondas de calor na Europa e no Japão, secas na América central e na Austrália causando incêndios avassaladores no Brasil, Califórnia (EUA) e Austrália, que no momento está sofrendo variações climáticas devido aos queimas que assolaram o país. O que nos leva a pensar que as consequências da mudança climática não irão apenas afetar nosso futuro, como nosso presente. 

As pesquisas mostram que as temperaturas médias globais da superfície da Terra em 2019 foram quase 1ºC acima da média entre os anos de 1951 a 1980. Desde 1960, cada década vem sendo mais quente do que a anterior, com grandes mudanças, como podemos ver no gráfico visual feito pelo jornal americano The New York Times


 

Não existe fórmula certa para acabar com as mudanças climáticas, mas podemos sim diminuí-las com atitudes simples e diárias. Confira algumas delas: 

  • Ter uma dieta mais sustentável e diversificada

    Para a produção de carne são necessário diversos recursos naturais como água, além disso, diversas florestas são derrubadas e queimadas para poderem ser transformadas em pastos para o gado. Não estamos dizendo para largar de vez da carne, porém tente trazer outros tipos de ingredientes para a cozinha e inove nos pratos de forma consciente e saudável para o corpo e o planeta.

  • Reduzir o desperdício de comida

    Sabe aquela famosa frase clichê de mãe sobre não jogar comida fora? Ela é verdadeira. Durante apenas um ano, um terço dos alimentos produzidos são jogados fora. Ou seja, são desperdiçados os recursos — como água, mão de obra, transportes — usados na produção. Quando for ao mercado, compre apenas o que precisar, fazendo uma lista e estabelecendo as receitas e cardápios com antecedência, a fim de evitar as compras impulsivas. Também podemos aproveitar sobres e restos que seriam jogados fora para serem outros tipos de ingredientes ou até mesmo adubo.

  • Água Consciente

    É um dos recursos naturais mais valiosos que temos, fonte de vida para a humanidade. Embora maior parte do planeta seja composto por água, 97,5% dela é salgada e se encontra mares e oceanos .A água doce, representa 2,5% do total, está em sua maior parte nas calotas polares, estando apenas 0,3% desta disponível e de fácil acesso em lagos, rios e lençóis subterrâneos pouco profundos. Lembre dessas informações quando toma banhos longos, deixa a torneira aberta enquanto escovas os dentes e até mesmo desperdiça um alimento. 
    São tarefas simples e diárias que podem contribuir para melhorias em nosso planeta. Pode parecer pouco fazendo sozinho, mas quando todos se unem com um propósito, grandes diferenças virão.

E você? Qual sua dica para ajudar nosso planeta?

Natália Mendes

Natália Mendes

Jornalista e redatora no Geração +, fascinada pelo universo dos filmes e da música. Busco levar o conhecimento para outros ao meu redor e poder entender um pouco mais sobre nosso mundo.

Deixe uma Resposta